domingo, 8 de maio de 2011

história pelo avesso

e então acaba uma outra história, outra história que sai de mim, perpassa nós dois e que se aquieta em um canto, em um conto, numa conta qualquer, e fica sem final e existiu sem começo, termina e eu sinto, sabe deus que eu sinto, que nós mal começamos, nós não começamos bem - fomos, assim, aos tropeços, aos beijos, aos 'não, pera lá, não era pra ser assim', às portas abertas fomos uma coisa qualquer estúpida, outra coisa qualquer límpida, fomos lindos e eu não sei se fomos dois, de certo fomos uma história mal contada, refluxo de uma outra que nos engoliu há anos e eu não digeri nós dois, e esse amor assim mal passado, mal mastigado, mal comido, é hoje o filme mais mal dirigido que eu me obrigo a assistir, e você cospe em mim de volta o amor que diz que sente, e eu acredito, e eu engulo, e eu tolero, e eu conjugo verbo e escrevo textos e eu sou só o que sobra porque ontem você cuspiu o meu amor e foi embora, foi dizendo 'não, pera lá, não era pra ser assim, me deixa ser teu amigo, mas casa comigo se eu pedir' e, bom, então acaba uma outra história e eu sinto, você sabe que eu sinto, que nós não terminamos, meu bem

~

4 comentários:

Dan Souza disse...

Tá aí um texto que eu não consegui escrever.
Bastava meio que copiar e colar pra ser muito do que eu queria dizer!

amanda lee jones ∞ disse...

as únicas palavras que consigo dizer agora são: VOU PLAGIAR.

Dimas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rose Mary disse...

Vcs sempre foram assim... personagens de textos, alguns musicais, outros nem tanto... mas sempre lindos como a juventude deve ser...

Lilith

Minha foto
25 anos de sol em leão. queria voltar ao tempo em que era cool escrever letra de música no perfil / cozinha, escreve, pratica boxe e é jornalista nas horas vagas / acha que "transtornada" é um nome muito bacana para quem tem TDAH, eu tenho.